Windows: prós e contras para quem usa o sistema

Aviso importante!

Eu sei que você não quer ver propagandas, porém o conteúdo gratuito só está aqui graças a publicidade. Considere desativar o AdBlock para esse site.

Olá, estamos iniciando hoje uma série de três artigos, nos quais falaremos sobre os principais sistemas operacionais do mercado: Windows, Linux e MacOS, citando prós e contras de cada um deles.

Vamos começar falando sobre o sistema operacional Windows que é de longe o mais utilizado no mundo. Quase 90% de todos os computadores existentes no planeta utilizam o sistema que consagrou a Microsoft de Bill Gates. Mas será que o Windows merece estar nesta posição tão agradável em relação aos seus concorrentes Linux e MacOS? Para responder a esta pergunta, apresentamos cinco benefícios e cinco desvantagens ao usar o sistema operacional da Microsoft.

Antes disso, vale lembrar que o Windows é, historicamente, um sistema que caiu no gosto dos consumidores de forma rápida. A Microsoft soube unir a tecnologia ao marketing para criar uma condição de necessidade para utilizar o sistema operacional. Desta forma, as principais fabricantes passaram a instalar o sistema em suas máquinas. Outro fato importante para o domínio de Bill Gates é a pouca idade da Apple, que explodiu há muito menos tempo do que a empresa de Gates. O Linux não é tão recente assim, mas sua divulgação em massa começou muito depois do sucesso do Windows.

Pontos positivos

likeAs vantagens de se utilizar o Windows como sistema operacional são várias. A principal talvez seja causada pelo amplo domínio do sistema no mundo. A compatibilidade entre softwares de diferentes computadores é extremamente benéfica, pois permite que usuários de diferentes lugares possam compartilhar informações e arquivos com extrema facilidade, fato que não acontece, por exemplo, com o MacOS.

Outra vantagem importante do Windows é a alta gama de softwares e aplicativos disponíveis, já que o mercado praticamente dominado pela Microsoft demanda muitos tipos de programas para suprir a vontade ávida dos clientes por mais opções.

A facilidade de lidar com a operação propriamente dita é outro ponto interessante, principalmente para quem gosta de mexer com as linguagens de programação do sistema. O Windows permite que usuários com pouca experiência possam realizar tarefas relacionadas a configuração do sistema. Este fato também explica a quarta vantagem de se utilizar Windows: ele é de fácil instalação, por isso é tão utilizado no mundo todo.

Para quem é fã de jogos, o Windows é o melhor sistema operacional pois o suporte é total e existem muitos títulos, é só escolher e jogar.

Pontos negativos

dislikeMesmo que tenha benefícios interessantes, o Windows também tem suas falhas e a principal delas é com relação à sua proteção: por ser mais popular, ele está muito vulnerável à malwares e outros arquivos maliciosos. O preço do sistema operacional da Microsoft também não é dos melhores, ele é o mais caro entre os três concorrentes.

Talvez, um dos maiores erros do Windows é a falta de estabilidade, da qual os usuários reclamam há anos. Com certa frequência é preciso executar um  CTRL+ALT+DEL para forçar um aplicativo a fechar por conta de algum travamento ou erro do sistema. Este tipo de coisa praticamente não acontece no seu maior rival atualmente, o MacOS. É um fato que a última versão do sistema (Windows 8) parece ter melhorado: raramente é necessário ativar o gerenciador de tarefas para forçar o fechamento de um programa.

A alta gama de programas essenciais faz com que o Windows seja mais pesado e suscetível à lentidão. Por isso muitos usuários reclamam. A poderosa interface gráfica do rival MacOS faz com que este quesito também seja considerado uma desvantagem no Windows.

Conclusão

De qualquer forma, o sistema da Microsoft não é um péssimo negócio. A seu favor está a grande quantidade de suporte e de aplicativos, que não te deixarão na mão nunca. Mas a empresa de Bill Gates ainda precisa fazer muito para criar um sistema mais perfeito.

Este foi nosso primeiro artigo, espero que você tenha gostado e não perca nossa próxima publicação, na qual falaremos sobre o Linux... até lá!

Sobre o autor

Ricardo Bernardi

Sou técnico em hardware e desenvolvedor web, e sobre estes dois assuntos comecei a compartilhar aulas e artigos, tornando-me blogueiro em 2008. Em 2010 esse hobby virou profissão, e desde então tenho buscado melhorar e profissionalizar cada vez mais os projetos que mantenho na web.

Comentários

Atualmente temos 6 comentários para este post. Participe você também, clique aqui e comente sobre o assunto.

  • Nelito Zangui comentou em

    Parabéns por mais está série que está começando. Concordo plenamente com tudo que disse. Eu sempre usei o Windows e (felizmente?!) tive a sorte de usá-lo desde a versão 95 (onde a formatação do PC era por disquetes: comando F5).
    Mas, apesar disso tenho reclamado muito e sobretudo no capítulo segurança. É muito desagradável quando no meio do trabalho o sistema trava e ter que recorrer à combinação mágica para reiniciá-lo. O bom de tudo é de facto a grande variedade e facilidade de actualizções. Outra razão é o facto de não ter encontrado muita dificuldade aoconfigurar PCs com o windows.
    Seja como for uma comparação faz sempre bem e permite aos mais leigos optarem por uma escolha que mais lhes convém.
    Um abraço

    Responder
  • felipemantoan comentou em

    Olá Ricardo, tem um ponto crucial no seu artigo que eu tenho que discordar quando você fala:
    "Para quem é fã de jogos, o Windows é o melhor sistema operacional pois o suporte é total e existem muitos títulos, é só escolher e jogar.",

    hoje em dia isso não acontece, quem vem investindo na melhoria dos games no pc, são as fabricantes de hardware, e a Valve, a Microsoft não vem fazendo nada nesse respeito, ela vem investindo no XBOX ONE, o que faz muito sentido unificar tudo numa única plataforma. Em contra partida a Valve/AMD/INTEL/NVIDIA estão migrando para o Linux, como estamos vendo com o SteamOS(baseado em Linux dedicado à Games), e as SteamMachines.

    Outro ponto que fale a pena salientar é a plataforma na qual vc quer desenvolver.

    Li o comentário do Rubens que foi um pouco infeliz, mas ai vai da experiência e domínio do sistema.

    Responder
  • Olá pessoal!! Primeiramente Ricardo, parabéns pelo post. Gostaria de compartilhar com os colegas leitores da minha experiência com Windows e Linux, acho que o ponto fundamental é a alfabetização da informática, digo isso porque se você perguntar para o meu filho de 13 anos qual sistema operacional ele acha mais fácil de usar, ele dirá LINUX é claro, se perguntar para minha filha de 6 anos como ela deve fazer para abrir aquele jogo on-line que lhe permite pintar as unhas da personagem ela abrirá o firefox no ubuntu com a maior facilidade. Mas eu quando preciso dar suporte em um software escrito em VB, vou usar meu windows XP com virtualbox ou ainda o Win7 original que está em dual boot. Acho que o profissional de TI tem que trabalhar em ambos, o MAC é um caso a parte, pois fazem o hardware para combinar com o software "casamento perfeito", mas por outro lado, quem está acostumado a usar o Windows pode ter tanta ou mais dificuldade para realizar as tarefas como seria no Linux. Quando a necessidade de utilizar interface de terminal no linux, isso está ultrapassado, com gerenciadores como o synaptic você instala qualquer coisa com poucos cliques e isso sem ter que buscar na WEB e sugeito a vírus, mas quem usa linux acaba preferindo o terminal porque ele torna o trabalho muito produtivo, é portanto, opção do usuário. Grande abraço!!!

    Responder
  • Rubens comentou em

    Eu uso o Win7 no meu pc, o maior motivo disso é pela questão da compatibilidade de softwares. Eu gosto do Ubuntu também, tem uma interface muito bacana e eu até gostaria de usá-lo por um tempo(só pra variar mesmo) se os programas e jogos que eu gosto funcionassem nele.

    Acho que a coisa mais ruim do Linux é pela dificuldade de se fazer algumas coisas que só podem ser feitas pelo Terminal(o Prompt de Comando do Linux), como por exemplo instalar o XAMPP(perdi quase 30 minutos tentando descobrir como fazer isso, rs).

    O MacOs eu tenho curiosidade de conhecer, mas como meu PC nem consegue emular ele pelo VirtualBox por meu processador não ter um dos requisitos para ele funcionar num pc comum não pude fuçar nele pra descobrir porque tanta gente gosta desse sistema(famosos e profissionais ligados a webdesign, vídeo, etc).

    Acho que seria bem legal se você pudesse fazer um vídeo de cada sistema, mostrando as coisas mais interessantes de cada um deles, mostrar a interface, etc.

    Abraço

    Responder
  • Junior Eberhardt comentou em

    muito legal esta série Ricardo, eu gosto muito do Windows, no momento estou usando o Linux Mint Cinnamon, diga-se de passagem, comecei a usar pois li um post no RBTech e já sou amante do Linux, porém ele não trabalha com alguns programas de edição que preciso para trabalhar, o que me faz crer que o Mac os seja um sistema operacional perfeito, pois é bonito funciona com os programas que citei acima e não trava tanto ou nunca como o Windows, assim que eu comprar um note mais poderoso pretendo instalar o Mac os (hackintosh)...

    Responder

Deixe seu comentário