Quanto cobrar: atendimento em domicílio

Aviso importante!

Eu sei que você não quer ver propagandas, porém o conteúdo gratuito só está aqui graças a publicidade. Considere desativar o AdBlock para esse site.

Seja bem vindo a mais um post da série de artigos chamada "Quanto cobrar", que como o próprio nome sugere traz dicas de quanto cobrar pelos serviços mais comuns na área de manutenção de computadores. Cada artigo da série irá abordar um assunto específico e além das dicas pode conter alguns cálculos simples para incentivar os técnicos em sua rotina diária de trabalho.

Lembre-se que formar o preço de venda de um produto ou serviço é uma tarefa complicada, e vários fatores podem influenciar no resultado final, tais como região do país, qualificação do técnico, fidelidade do cliente, custos do técnico entre outros. Vou levar em consideração a região onde eu moro atualmente (sul do país) para a composição dos artigos, se necessário adapte-os para sua realidade.

Hoje vamos falar sobre atendimento à domicílio, um serviço muito solicitado por clientes e ao mesmo tempo pouco valorizado pelos mesmos. Na área de hardware e software, o atendimento domiciliar é um pouco complicado pois muitas vezes o cliente não entende alguns pontos na hora de pagar a conta, como por exemplo a execução de uma tarefa rápida, porém que exige um nível de conhecimento técnico elevado para ser executada.

Quanto cobrar para atender o cliente em casa?

A primeira coisa que você precisa fazer antes de oferecer o atendimento domiciliar é definir um valor para o deslocamente até o local (conforme a distância o valor aumenta), um limite de horas de trabalho por este valor e os tipos de serviço que você realiza neste formato de atendimento.

O deslocamento pode ser cobrado por quilômetro ou então preço fixo por cidade/bairro. Se você mora em cidade pequena o melhor é fazer um valor fixo, caso a cidade seja grande ou então tem os bairros espalhados o melhor é por quilômetro rodado (para ter uma boa noção de valor por distância, converse com um taxista de sua cidade).

Eu cobro um valor fixo pois a cidade onde moro é pequena e tem a grande maioria dos bairros próximos ao centro. Para locais mais afastados e acrescento alguns reais ao valor para compensar a distância maior. O valor que eu pratico é de R$ 100,00 para uma visita técnica de no máximo uma hora de duração. Após este período, cada hora adicional é cobrada separadamente seguindo o padrão mostrado neste outro post.

O valor da hora adicional deve ser cobrado no início da hora, ou seja, se você trabalhar 61 minutos, o valor cobrado será de duas horas. Lógico que até uns 5 ou 10 minutos dá pra fazer de "tolerância", mas mais que isso não, pois se você levar 70 minutos em cada atendimento e cobrar somente uma hora, a cada 6 clientes você trabalhou uma hora de graça.

Os serviços que eu não faço na casa do cliente são formatação e remoção de vírus, o restante tudo pode ser realizado tranquilamente, porém procure sempre dar uma ideia de tempo para o cliente estar ciente de qual pode ser o valor final da conta, evitando um possível calote.

Evite atendimento à domicílio

Isso mesmo, esse é um serviço que eu não faço questão nenhuma de fazer, pois além de ter o transtorno do deslocamento (perca de tempo no trânsito) geralmente o local não é adequado para a prestação do serviço. Mas o pior de tudo é ter que aturar o cliente ao redor de você bisbilhotando e fazendo perguntas sem fundamento que acabam com a paciência de qualquer um.

Mais posts desta série

Este post faz parte de uma série, confira tudo que já foi publicado sobre o mesmo assunto.

Sobre o autor

Ricardo Bernardi

Sou técnico em hardware e desenvolvedor web, e sobre estes dois assuntos comecei a compartilhar aulas e artigos, tornando-me blogueiro em 2008. Em 2010 esse hobby virou profissão, e desde então tenho buscado melhorar e profissionalizar cada vez mais os projetos que mantenho na web.

Comentários

Atualmente temos 24 comentários para este post. Participe você também, clique aqui e comente sobre o assunto.

  • Dan Cevidanes comentou em

    Eu concordo com o post e concordo também com um comentário do Ricardo que disse que temos que impor nossos limites, senao cliente monta em cima, e fica achando que pode tudo. Acredito que pra essa data que escrevo esse post, esses valores, (inclusive de toda a série) devem estar desatualizados, (2014 foi escrito esses posts?). Voltando ao assunto, a postura inicial tem que ser do profissional, ele tem por obrigação de ser sincero, honesto e transparente, mas também tem o dever de impor seu próprio modelo de negócio, não deixando ser coagido e intimidado por clientes exploradores.

    Responder
  • maicon_douglas comentou em

    Huahauhahaha ... sobre: "Mas o pior de tudo é ter que aturar o cliente ao redor de você bisbilhotando e fazendo perguntas sem fundamento que acabam com a paciência de qualquer um."

    Responder
  • Osni Vinicius comentou em

    Muito bom o site, ajuda muito, mais vejo que vocês dos comentários, técnicos cobram alto mesmo $$$, Minha formatação custa 35R$ e 40R$ com backup, 20R$ a limpeza, Se formatar e limpar juntos custa 50 reais, Instalação de drivers ou problemas simples cobro 15R$ reais. Vlw boa tarde

    Responder
  • Edwin Chagas comentou em

    Muito bom o artigo, Ricardo.

    No meu caso, faço justamente o contrário: prefiro fazer o serviço em domicílio do que em casa.
    Na verdade, não é questão de preferencia e sim de praticidade e viabilidade.
    Moro numa cidade vizinha da capital e todos meus clientes são de lá. Ficaria muito dificultoso pra eles terem que trazer seus computadores até minha casa (não tenho loja), além de enfrentarem um baita engarrafamento.
    Também fica ruim de eu mesmo trazer o computador pra minha casa pois não tenho veículo próprio, ando de ônibus.

    Eu também odeio trabalhar com pessoas pentelhando no meu ouvido, ainda mais quando é algum problema difícil de resolver e preciso pensar mais. Minha 'estratégia' é justamente ser monossilábico (responder só sim ou não)e manter os olhos focados na tela do computador. Assim alguns clientes caem na real e não ficam perturbando muito.

    Responder
  • eduardo comentou em

    ola meu nome eduardo , eu esto abrindo um negocio para manutenção de pc ,gostei muito das suas dicas de preço ,pois eu tava perdido sobre preço valeu.

    Responder
  • Carlos comentou em

    A maioria das vezes atendo em domicilio e nas empresas, gosto de resolver o problema na hora
    Quando não detecto o problema na hora levo para casa
    cobro por serviço executado e não por hora acho mais honesto dar o valor final antes
    você tem que ter jogo de cintura pois ha clientes e clientes
    já fiz 15 pcs no mesmo dia na mesma empresa,na primeira vez que me chamaram, como consertei vários dei um desconto pro cliente
    e hoje cobro meu preço normal
    em media cobro 70.00 R$ com backup e 60,00 sem backup
    tudo com incluso pacote office, Antivirus e claro todos os drivers
    Geralmente não tenho problemas com clientes curiosos
    Uma dica seja educado cobre um preço justo e faça um serviço bem feito
    porque a melhor propaganda é o boca a boca!!

    Responder
  • Luis comentou em

    Também faço domicilios mas normalmente é sp algo mais complicado q formatar ou reparar pc's, como por exemplo, redes domesticas c servidor e dominio a espalhar cabos pela moradia ou vivenda e tb p a garagem. houve 1x q fui a casa dum cliente pq tinha um problema na impressora dps de comprar tinteiros OEM. fui lá e fiz o meu diagnostico e fui eliminando por partes e fazendo testes c os tinteiros originais e OEM, acabei por descobrir q era um tinteiro reto OEM novo q causava o erro na impressora. dps disso, o cliente aproveitou a assistencia e disse q n conseguia abrir um ficheiro de email. ficheiro esse q era um PPTX (office 2010 em diante), ele tinha o office 2003 instalado. desinstalei e instalei o office 2010 crackado. nisto já iam quase 2h e acabei o trabalho. qd ele me perguntou qt era e eu disse "são 30euros", ele ate arregalou os olhos e eu pensei "pois é...se fores à loja gastas combustivel e pagas mais pelo serviço, comigo nem saiste de casa por uns miseros 30€". o cliente n disse mais nada até hj, sinal q devo ter perdido esse cliente mas n me preocupo. felizmente tenho mts mais clientes.

    Responder
  • Técnico Pablo comentou em

    Olá, RB. Parabéns pelo site e por esses incríveis artigos da série quanto cobrar. Queria aqui deixar uma dúvida, ou melhor, gostaria de saber como você procede quando um cliente lhe pede consultoria quando vc está fazendo outro serviço. Por exemplo, um cliente comprou um notebook que vinha com windows 8 e me pediu para me instalar os programas essenciais já que a maioria dos aplicativos que vem no sistema só dura 30 dias. Aí enquanto instalava o cliente ficava tirando dúvidas sobre o sistema. como fazer isso, como trocar isso, como configurar esse outro, e blá blá blá. Então, percebi que estava ensinando o cliente a mecher no sistema novo que ele nunca tinha usado... portanto como você procede nestes casos? Agradeço desde já.

    Responder
  • Eu faço de tudo na casa do cliente SE o mesmo quiser ... MAS dai o ferro pega ... pois para formatar um pc na casa do cliente cobro NO MINIMO R$80,00 e isto se não tiver problema algum e ter que ir em casa ou qualquer coisa pegar outras coisas .

    Eu cobro R$10,00 a hora .. no caso de formatação hoje em dia demora algo em torno de 4 horas se não tiver problema algum bem dizer ... instalando e configurando tudo direitinho , drivers .. e etc:)

    E se o cliente quiser me fazer perder mais tempo perguntando ... por mim ... pode perguntar até o dia de "são nunca" pois EU VOU cobrar mais , quanto mais me estressar no cliente .. mais vou cobrar .. tanto que já tento deixar claro ... que é +- R$10,00 reais a hora , tudo varia conforme o serviço ... em 95% dos casos é por ai mesmo ... R$10,00

    Responder
    • R$ 80,00 é preço de formatação normal, não a domicílio. Formatação na casa do cliente deve custar no mínimo R$ 150,00.
      R$ 10,00 por hora para um técnico?? Um pedreiro ganha R$ 15,00 (não desmerecendo), e creio que você deva rever sua tabela de valores.

      Responder
      • jmbs comentou em

        Ricardo, porque cobrar mais caro uma formatação na casa do cliente? Somente pelo "blablablá" dele e por algum imprevisto que aconteça na hora? Queria saber porque quero ter uma justificativa, caso o cliente questione o valor que irei dizer da formatação à domicílio. Obrigado! #ÓTIMOPOST

        Responder
        • Primeiro a questão produtividade, se você está no seu escritório pode fazer vários computadores simultaneamente, na casa do cliente tem que ficar esperando cada procedimento acabar.
          Segundo ponto: comodidade ao cliente que não precisa desmontar o equipamento nem sair de casa.
          Terceiro ponto: insalubridade por ter que ficar aturando o cliente ao redor bisbilhotando e perguntando tudo que você faz.

          Responder
  • Rafael comentou em

    Visita técnica é bem complicado. Mais o certo é ser rápido e atender na hora e combinar o preço antes.

    Responder
  • fernando comentou em

    tambem já montei um pc direto no chao acreditem tudo no chao fiz o trabalho todo de joelhos nao aparecia cabo de força nao aparecia teclado nossa foi demais

    Responder
  • fernando comentou em

    eu já fiz um ou dois serviços mas acho que vou acabar com esto eu já formatei um pc e a cliente me pediu para montar lá em casa acreditem foi muito dificil um lugar muito apertado e a senhora sempre de perto como o ricardo diz fazendo perguntas sem fundamento fica muito dificil

    Responder
  • Wagner Andrade comentou em

    O Ricardo ainda tem "tolerância" eu não atendo a domicilio de jeito nenhum, o único domicilio que atendo é no meu, não tem jeito, cliente quando resolve incomodar e ficar grudado com os olhos no que se ta fazendo é complicado, não que vá fazer algo errado, mas pelo atraso que isso pode ocasionar, pela dificuldade muitas das vezes de fazer o cliente entender que TEMPO É DINHEIRO, e pela mão de obra que para muitas pessoas aos olhos nus parece simples mas nem sempre é, nem tudo se resume a uma simples limpeza de registro ou desfragmentação, por trás disso tudo, teve tempo estudando, teve muitas circunstâncias que com certeza o cliente não quer saber e por isso é complicado atender a domicilio, lembrando sempre que atendimento a domicilio faz o camarada perder grana e não ganhar, o tempo que o cara esta ali na casa do cliente ele poderia estar atendendo no seu próprio local de atendimento e realizando outras tarefas similares, coisas que não atrapalham dependendo do problema, o desenvolvimento do trabalho

    Responder
  • Roberson comentou em

    Bom concordo e discordo, vou falar o por que.
    Concordo com post acima, em todos aspectos não será preciso repetir as palavras.
    Discordo em algumas partes, caso moro em cidade pequena transito e tranquilo, em alguns casos de clientes eles pedem para ir a domicilio, tendo em vista que alguns clientes reclama do atendimento em assistências que vem faltando algo (peças) cliente fica desconfiado, então as vezes quando cliente pede faço á domicilio, mas nunca tive problema de cliente ficar perguntando e bisbilhotando.

    Bom post.

    Responder
  • Joao carlos comentou em

    Realmente. concordo com vc, mais me fala uma coisa se vc cobra 25 reais e hora digamos que o cliente vai falar mais vc nao consegue resolver isso em menos de 1 hora!! sabe a quele cliente chato como fazer?

    Responder
    • Cliente só é chato se você deixar ele ser. Imponha seus limites, trabalhe com suas regras e não com as do cliente, aprenda dizer NÃO.
      Quando o cliente perceber que terá que ser do seu jeito ele vai aceitar e pronto. As vezes é melhor você "perder" um serviço e mostrar para o cliente que ele nem sempre tem razão, isso faz (por incrível que pareça) o cliente ter mais respeito com o profissional.

      Responder
  • Osmar junior comentou em

    Ricardo parabéns por mais um excelente post!

    Me identifiquei bastante com ele, pois a maioria dos meus atendimentos é em domocílio. O problema, além dos mencionados, é que as vezes me deparo com problemas que até aquele momento não havia visto, tendo que pesquisar sobre o assunto antes de resolve. Nesses casos como um Técnico deve agir? E quando nos chamam para um tipo de serviço e acabamos tendo que fazer além do esperado?

    Responder
    • Se você perceber que se trata de um problema que você não sabe a solução, diga que não tem como resolver na casa do cliente e leve o PC para seu escritório. Para não haver abuso por parte do cliente deve-se impor limites (tempo e tipos de serviço) como comentei no post.

      Responder

Deixe seu comentário