O impacto da crise pra quem trabalha com manutenção

Aviso importante!

Eu sei que você não quer ver propagandas, porém o conteúdo gratuito só está aqui graças a publicidade. Considere desativar o AdBlock para esse site.

Adianto desde já que esse não é um texto com lamentos acerca da atual crise econômica pela qual nosso país está passando atualmente!

Não que a situação em que nos encontramos não seja digna de discussão, muito pelo contrário, há muito assunto a ser debatido sobre esse tema, mas o que eu quero hoje, é mostrar que é possível prosperar e tirar boas lições para nossa vida profissional mesmo em tempos difíceis.

Agora o consumo está em baixa, e todos pensam duas (ou três) vezes antes de fazer alguma compra, quando na verdade esse deveria ser o comportamento básico de qualquer pessoa em qualquer época. Agora a oferta de crédito ficou escassa e os juros aumentaram, tirando da classe média o poder aquisitivo.

Consertar um equipamento vale mais a pena quando o preço de um novo está inflacionado.

Aliado a isso, o dólar valorizou-se muito em relação ao real, e como praticamente todo hardware é importado isso fez com que os preços de novos componentes sofressem um grande aumento.

O que para muitos é sinônimo de crise, para quem trabalha com manutenção pode significar um aumento na procura por serviços, uma vez que consertar um equipamento acaba ficando mais atraente financeiramente do que a compra de um novo produto.

Faça sua parte!

A essa altura tem muito técnico com o "sorriso nas orelhas" achando que vai faturar mais, e realmente isso pode acontecer com você, porém é preciso fazer sua parte para ter bons resultados. Ficar sentado esperando novos clientes não é a melhor estratégia para o momento, então mexa-se...

Você deve ter um cadastro com os dados dos seus clientes, certo? Assim como você deve ter um histórico sobre os serviços prestados para estes clientes, acertei de novo?

Pois bem, dados por si só não fazem nada por uma empresa se não forem usados com inteligência. Agora é a hora de VOCÊ entrar em contato com clientes que orçaram serviços no passado, mas que acabaram não fazendo tais consertos por não valer a pena o investimento (na época), e tentar uma nova negociação.

Caso o cliente já tenha adquirido um novo equipamento, você pode tentar incentivá-lo a consertar e vender o antigo, uma vez que o mercado está valorizado. Ofereça alguma vantagem ao cliente, um desconto por exemplo, para incentivar o mesmo a contratar o serviço de manutenção.

Vale também fazer um upgrade em máquinas mais antigas para dar um novo gás a elas. Ofereça esse serviço (consultoria + upgrade) para seus clientes que tenham computadores com menos recursos, explique que o preço de um novo equipamento subiu e que atualmente está valendo a penas investir em upgrades.

Promoção: a palavra da vez

Aproveite para planejar e criar promoções a fim de obter mais serviços em dias ociosos. Se você costuma ter um fluxo muito baixo de serviço em um determinado dia da semana - ou período do mês - pense em oferecer APENAS nesse dia algum serviço por um valor menor que o de tabela.

Assim você consegue trabalhar em dias que antes seriam improdutivos e ainda ajuda seus clientes a economizarem uma grana.

E você, notou aumento na procura por serviços de manutenção ou não? Concorda com o que foi exposto aqui? Deixe sua opinião nos comentários...

Sobre o autor

Ricardo Bernardi

Sou técnico em hardware e desenvolvedor web, e sobre estes dois assuntos comecei a compartilhar aulas e artigos, tornando-me blogueiro em 2008. Em 2010 esse hobby virou profissão, e desde então tenho buscado melhorar e profissionalizar cada vez mais os projetos que mantenho na web.

Comentários

Atualmente temos 8 comentários para este post. Participe você também, clique aqui e comente sobre o assunto.

  • Emerson comentou em

    Bom dia!
    Concordo com sua visão, em tempos de crise certamente a melhor opção é por consertar o que temos em casa ao invés de partir para a aquisição de um novo produto. Iniciei este ano no ramos de manutenção de notebooks e desktops, fazia serviços para alguns conhecidos apenas, mas agora estou embarcando de vez e focando na área de manutenção, buscando este nicho que em tempo de crise pode valer muito a pena. Aproveito aqui para parabenizar pelo blog e seus posts de muita utilidade. Grande abraço

    Responder
  • Marconi comentou em

    Boa tarde,Trabalho a quase 20 anos com manutenção,tenho uma carteira de cliente solida,mas não escapei desses tempos dificeis,alem de começar a me reciclar, com alguns cursos como manutenção de placas de notebook,que tem um bom mercado aqui em Minas Gerais,estou aprendendo programação. Pois colegas de profissão estão mudando de profissão,porque em tempo de crise voce tem que ter algo mais a oferecer.

    Responder
  • João comentou em

    Muito bacana seu pensamento. Eu, aqui na minha cidade, trabalho dessa forma. Agora em momento de crise, incentivo os meus clientes a fazerem serviços de manutenção e dependendo do serviço, eu dou um desconto. Converso bem com o cliente e explico o porque do desconto (Fidelidade ou Alto valor de investimento diante a crise, etc).

    Acho ótimo a movimentação, mesmo que pouca, mas já ajuda bastante. A divulgação aumenta e consequentemente a demanda de serviços também!

    Responder
  • Guilherme comentou em

    Pois eh, na verdade aki na loja onde trabalho o serviço de manutenção diminui bastante, de uns 2 meses pra ca caiu bastante esse serviço.

    Responder
  • Antonio Ronaldo de Souza comentou em

    Ricardo muito bom o seu artigo, ele me deu uma nova visão da crise é como posso tirar aproveito desta situação.

    Responder
  • paulo258 comentou em

    Excelente texto. Ricardo, poderia fazer um Artigo sobe como fazer otimizações no computador ?, além de limpar registro, desfragmentar disco e tirar os programas que iniciam com o Windows.

    Responder

Deixe seu comentário