8 erros que um técnico em hardware não pode cometer

Aviso importante!

Eu sei que você não quer ver propagandas, porém o conteúdo gratuito só está aqui graças a publicidade. Considere desativar o AdBlock para esse site.

A profissão de técnico em hardware exige muita dedicação por parte do profissional, e neste mercado que cresce cada dia mais, um pequeno descuido pode ser fatal. Falo isso pois já ví muitos colegas perderem clientes e até mesmo chegar ao extremo de ter que abandonar a profissão puramente por subestimar algumas dicas muito importantes.

E para que você não siga pelo caminho errado, separei alguns dos piores erros que um técnico pode cometer. Confira e cuide-se...

Achar que sabe tudo

Na área de tecnologia ninguém é dono da verdade, pois do dia para noite pode surgir algo novo que simplesmente anule tudo que já existe sobre um assunto. Portanto fique ligado e continue estudando sempre, pois quando você achar que sabe tudo, vai descobrir que não sabe absolutamente nada.

Não investir em conhecimento

Se você  pensa que somente cursos gratuitos e fóruns na internet são suficientes, cuidado. Você realmente acha que grandes especialistas vão dar suas melhores dicas de graça?

Se você não é capaz de investir em si próprio, por que você acha que algum cliente vai sentir confiança em lhe contratar e pagar pelos seus serviços?

Não divulgar seu trabalho

Ninguém vai vir lhe pedir que serviços que você faz ou então adivinhar que você é técnico. Ou você divulga sua profissão, ou então vá trabalhar de empregado em alguma empresa, pois do céu não caem clientes.

Não cobrar por diagnósticos

Já falamos mais sobre isso neste artigo, mas esse erro é mais comum do que se imagina. Fazer diagnósticos gratuitos além de gerar uma perca de tempo muito grande para o profissional, ainda faz com que as pessoas somente o procurem para fazer orçamentos e nunca serviços.

Cobrar valores diferentes para o mesmo serviço

Já cansei de ouvir falar: cobrei só 50,00 pois ele é meu parente. Negócios não tem espaço para parentesco ou amizade, seja profissional e cobre valores tabelados para TODOS os seus clientes, indiferente se é pai, sogro ou vizinho, senão em pouco tempo a cidade toda será da sua família.

Não ler livros sobre o assunto

Os livros na área de tecnologia se tornam obsoletos muito rápido, mas mesmo assim os livros sobre hardware são muito importantes, pois através deles você cria uma base sólida de conhecimento que lhe será útil para toda vida. Leia ao menos um livro por ano, pode começar por estes aqui.

Não usar programas portable

Instalar aplicativos para limpeza e otimização na máquina do cliente é muita falta de profissionalismo, afinal de contas você foi chamado para deixar o computador mais "leve" e não para instalar mais softwares nele. Use aplicativos portable, como os do nosso kit de ferramentas.

Não ler nosso ebook

E se você está iniciando neste ramo de atividade ou quer melhorarar algumas estratégias, ler nosso ebook é fundamental. Com um pequeno investimento você terá em mãos dicas valiosas que foram testadas na prática e que realmente funcionam.

Agora é com você, fique atento e não cometa erros, afinal de contas se esta é sua profissão você precisa dela para (sobre)viver.

Sobre o autor

Ricardo Bernardi

Sou técnico em hardware e desenvolvedor web, e sobre estes dois assuntos comecei a compartilhar aulas e artigos, tornando-me blogueiro em 2008. Em 2010 esse hobby virou profissão, e desde então tenho buscado melhorar e profissionalizar cada vez mais os projetos que mantenho na web.

Comentários

Atualmente temos 6 comentários para este post. Participe você também, clique aqui e comente sobre o assunto.

  • " Fazer orçamentos gratuitos além de gerar uma perca de tempo muito grande para o profissional, ainda faz com que as pessoas somente o procurem para fazer orçamentos e nunca serviços."

    Talvez o senhor desconheça, mas o Código de Defesa do Consumidor, em seu artigo 40, obriga que o profissional entregue orçamento gratuito sobre a prestação de seus serviços antes da execução dos mesmos. É ilegal cobrar por orçamentos.

    Ademais, o texto está ótimo, mas acredito que, hoje, o mercado de técnico em informática está saturado: o melhor é investir em uma graduação em alguma área afim.

    Responder
  • Cara, Parabéns pelo blog, Estou a horas lendo suas matérias e com certeza já sou fã.
    Ajuda muito profissionais que estão começando na área e até mesmo os mais experientes.

    Responder
  • Junior comentou em

    Eu não acho falta de profissionalismo instalar um programa pra limpar registro e Malware, eu acho que temos obrigação de instalar junto com um bom antivírus e programar limpeza automática.
    Se não passa uma semana o PC fica lento e vai falar que o técnico é ruim ou fez um serviço mal feito.

    Responder
  • Muito boa iniciativa Ricardo em orientar aos que estão entrando agora para essa profissão tão maravilhosa, porém cada dia mais prostituida por pessoas que se dizem "profissionais" e "roubam" clientes em potencial de nos que investimos em conhecimento.

    Responder

Deixe seu comentário