5 formas de reduzir a temperatura do PC

Aviso importante!

Eu sei que você não quer ver propagandas, porém o conteúdo gratuito só está aqui graças a publicidade. Considere desativar o AdBlock para esse site.

Todo técnico que se preze sabe que computador e calor não combinam, inclusive já mostrei exemplos aqui sobre isso. O que muitas vezes acaba gerando uma preocupação é o fato de não saber como reduzir a temperatura do PC, justamente por isso vou mostrar 5 formas de fazer isso eficientemente.

Mas antes das dicas tenha uma coisa em mente, reduzir a temperatura de um PC requer um conjunto de ações, pois as vezes fazendo uma só alteração o efeito obtido é pequeno, mas juntando as dicas o resultado final pode ser surpreendente.

Trocar o cooler do processador

Essa é a primeira coisa a fazer ao se adquirir um computador novo, pois como já falei neste post, o cooler padrão é muito ruim em praticamente todos os modelos, fazendo com que a temperatura de operação seja elevada e a vida útil do equipamento reduzida. Juntamente com o cooler é altamente recomendável trocar a pasta térmica, preferencialmente por uma a base de prata, pois estas são as que oferecem uma melhor dissipação do calor.

Organizar os cabos e fios internos

Geralmente a fiação interna do PC é uma bagunça completa, com fios e cabos soltos por todo lado. Saiba que isso prejudica muito a circulação do ar no gabinete mantendo todo ambiente mais quente. Utilizando abraçadeiras plásticas e/ou os famosos espirais organizadores é muito fácil organizar os fios liberando assim espaço para a circulação de ar.

Coolers adicionais

Praticamente todo gabinete tem espaços extras para instalação de ventoinhas auxiliares, que cumprem muito bem a tarefa de refrigerar o gabinete e os componentes internos. Porém tome muito cuidado, pois coolers extras instalados de forma equivocada podem piorar a situação ao invés de ajudar.

Entenda que dependendo de como o cooler for fixado no gabinete ele pode ser ventilador (joga ar para dentro) ou exaustor (tira o ar para fora). Os coolers colocados na parte frontal e lateral do gabinete devem obrigatoriamente ser ventiladores, enqunto os colocados no teto e na parte traseira devem ser exaustores.

Quando for instalar ventiladores extras siga a seguinte ordem: o 1º cooler deve ser exaustor, o 2º deve ser ventilador e assim sucessivamente. Assim o fluxo de ar interno sempre será mantido, ou seja, nunca haverá mais entrada do que saída de ar.

Fonte de alimentação

O padrão de venda são as famosas fontes "genéricas", ou seja, aquelas mais baratinhas e que não oferecem uma boa potência com estabilidade. Para piorar um pouco, a ventilação traseira das fontes genéricas é a pior possível, pois não consegue impedir que o ar quente produzido em seu interior seja espalhado por todo gabinete.

Utilize sempre fonte de potência real (que aquece menos em virtude da eficiência e componentes de melhor qualidade) e que tenha um cooler na parte inferior, pois desta forma todo calor gerado pela fonte é mandado para fora do gabinete. Além de tudo a fonte de potência real economiza energia, saiba mais assistindo este vídeo.

Limpeza interna

A sugeira é com certeza a grande vilã dos computadores, portanto faça regularmente uma limpeza interna no computador. Isso ajuda a manter os componentes livres para receberem a circulação do ar além de impedir que os mesmos sejam danificados pelo acúmulo de poeira ou qualquer outro tipo de sujeira.

Conclusão

Após fazer essas cinco verificações/alterações, com certeza seu computador terá uma redução de no mínimo 10 a 15 graus na temperatura de operação, portanto vale a pena dedicar um tempo e também um dinheiro extra para esta finalidade.

Espero que as dicas ajudem, e se quiser compartilhar outras dicas basta deixar um comentário.

Sobre o autor

Ricardo Bernardi

Sou técnico em hardware e desenvolvedor web, e sobre estes dois assuntos comecei a compartilhar aulas e artigos, tornando-me blogueiro em 2008. Em 2010 esse hobby virou profissão, e desde então tenho buscado melhorar e profissionalizar cada vez mais os projetos que mantenho na web.

Comentários

Atualmente temos 17 comentários para este post. Participe você também, clique aqui e comente sobre o assunto.

  • Ronaldo comentou em

    Olá tenho um notebook Premium da positivo n8145, parou de funcionar comecou a dar trabalho para ligar ate nao ligar mais e troquei a placa e o processador mas pela mesma placa com processador i5 o anterior i3, nos teste de com o aid64 feitos aqui ele chegou a 96°C ja tinha trocado pasta e limpando cooler (desmonte o mesmo) e dissipador, mas mesmo assim, coloquei a pasta arctic silver 5 e continua a mesma coisa, em i3 igual ao meu com o teste chegou a 67°C.
    Agora vou tentar trocar o cooler, mas quero fazer uma adaptação por um mais potente o qual comprar, e o problema pode ser o dissipador? Ou é melhor comprar um "original"?

    Responder
    • Edivaldo Coimbra comentou em

      Oi, tenho um N8145, o meu aconteceu a mesma coisa, mas não chegou a queimar a placa, ele estava super aquecendo e desligando, quando fui fazer a manutenção, vi que um dos pontos de fixação do cooler (que são três) estava solto da placa, o cooler ficava bi-apoiado, não fazendo contato com o processador direito, ressoldei ele, esta funcionando perfeito a mais de dois anos.

      Responder
  • LauroRM comentou em

    Ricardo, para quem tem um processador i7 com cooler original Intel, sendo o gabinete excelente da Cooler Master,com 3 ventoinhas, portanto com bastante ventilação e fonte de 750 Watts, nesse caso é conveniente ou necessário trocar o cooler do processador? Obrigado!

    Responder
    • Tudo depende de como ele está operando. Consulte o manual e veja a temperatura limite dele, se caso a temperatura atual estiver elevada em relação ao limite é bom trocar, caso contrário não há necessidade.

      Responder
  • Uso uma fonte genérica no meu PC, é ruim, a placa de vídeo esquenta, e acaba ficando um ar quente no meu pc. Além da fonte esquentar em jogos pesados. Valeu pelas dicas.

    Responder
  • matheus comentou em

    Na minha opinião a pasta térmica é primordial, já teve casos onde o processador de um cliente estar a 59° e foi apenas tocar a pasta térmica e limpar o decimador que a temperatura caiu para 41°.

    Responder
  • Léo Oliveira comentou em

    O meu problema não é nenhum desses, e sim a desgranha de um processo no Windows 8 chamado HOST DE SERVIÇO LOCAL (svhost) que faz o processador do meu notebook ir ao EXTREMO e a temperatura subir e muito!

    Responder
    • Se você tem um processo chamado SVHOST então você tem vírus em sua máquina, agora se o processo for o SVCHOST saiba que ele é apenas um intermediador entre outros serviços, e o fato dele estar consumindo muito processamento ou memória se deve a conflitos com outros aplicativos/serviços do sistema.

      Responder
      • Léo Oliveira comentou em

        Opa, desculpa, foi erro de digitação. Mas no Windows 8 existe vários processos como esse.

        Porém o que mais usa processamento tem como, digamos, "Sub-processos" serviços como o Cliente DHCP, DLNA, Telefonia e Host de Serviço UPnP

        Responder
        • Léo, eu tenho esse mesmo problema, e para resolver eu paro o sub-processo Host de Serviço UPnP, e funciona normalmente o meu notebook :)

          Responder

Deixe seu comentário